O que faz o Psicólogo? Quanto ganha esse profissional?

Em primeiro lugar, a função de psicólogo está sendo cada vez mais valorizada no território nacional. A princípio, as pessoas estão mais cientes da necessidade de contar com a ajuda de um profissional qualificado para lidar com traumas, transtornos variados, crises emocionais e outros problemas.

De antemão, essa alta é bastante positiva porque esse apoio é necessário em um cenário cada vez mais exigente, estressante e acelerado. Além disso, os conceitos relacionados a saúde mental estão ganhando mais espaço na sociedade. Logo, qualquer segmento pretendido por alguém que almeja se tornar psicólogo tende a trazer boas perspectivas.

No entanto, essa decisão sempre dependerá dos interesses e preferências pessoais visando estruturar a sua jornada. Afinal, cada um estabelece conexões quando possui acesso ao curso e com as possibilidades de um emprego. Desse modo, a psicologia surge como uma ótima aposta a curto, médio e longo prazo.

O que faz o Psicólogo
Foto de SHVETS production no Pexels

Primeiramente, a pessoa que almeja se tornar psicólogo necessita se formar em um curso superior devidamente aprovado pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, esse profissional deve ter o costume de ler frequentemente, dado que necessita estar se baseando em conceitos verídicos, uma excelente capacidade de interpretação, análise de texto e muita disposição para auxiliar os seus pacientes.

Vale salientar que essa pessoa também pode seguir se especializando para ampliar as possibilidades visando sempre a melhor desempenho possível, para ajudar as pessoas a superar as suas questões e tirar o proveito máximo da vida.

Então, o psicólogo pode atuar de maneira autônoma, fichado formalmente, atividades vinculada ao setor de saúde, serviços sociais e educação. Tanto em equipe quanto por conta própria, esse profissional tende a trabalhar em locais fechados, contudo alguns especialistas podem preferir fazer os seus atendimentos em ambienteis ao ar livre.

Além disso, essa pessoa pode ter horários bem irregulares. Já que algumas atividades demandam longos períodos de dedicação em lugares reservados para que os pacientes se sintam a vontade para desabafar. Lembrando que a experiência exigida pelo mercado de trabalho atualmente oscila de quatro, cinco e seis anos, conforme a especialização do indivíduo.

Dicas para se formar em psicologia

Como se formar em psicologia
Foto de Monstera no Pexels

Agora que você já está mais por dentro da função de psicólogo, as perspectivas para o futuro desse segmento, chegou o momento de conferir algumas dicas para conseguir o tão esperado diploma. Afinal, a conclusão da graduação é um elemento fundamental para que a sua trajetória nesse setor de saúde possa iniciar. Vamos lá?

Certificação

É indispensável conferir a autorização do Ministério da Saúde antes de efetuar a sua matrícula na instituição de ensino.

Estrutura

Verifique com antecedência a estrutura física e online da sua universidade, conferindo também as modalidades de ensino disponíveis. Além disso, é essencial que você dê uma olhada na grade de disciplinas para comprovar se está dentro do que deseja para o futuro.

Mercado de trabalho

Vale checar também se a instituição de ensino possui alguma iniciativa para lhe ajudar no começo de carreira. Um programa que sirva de entrada no mercado de trabalho tende a fazer uma enorme diferença.

Depoimentos

Nesse sentido, você ainda pode se resguardar ao procurar por antigos estudantes nas mídias sociais para ter certeza que a instituição cumpre com tudo o que promete, bem como se esses ex-alunos estão devidamente encaminhados na sua futura área de atuação.

Plano de estudo

Todo estudante precisa definir uma rotina de estudo diária ou semanal para que não chegue ao final do semestre com muitas pendências e correndo o risco de repetir disciplinas. Esse investimento de tempo e dedicação pode deixar a sua vida muito mais tranquila.

Quanto ganha esse profissional?

Frequentemente, a média de salário de um psicólogo oscila em função da localização e da carga horária. No entanto, dá para ter uma noção do mercado ao analisar algumas condições. Geralmente, a faixa salarial de alguém formado em psicologia pode partir de R$ 2,5 e chegar até R$ 8 mil.

Um benefício dessa função e da remuneração tem a ver com o crescimento da busca por atendimento psicológico. Ou seja, a expectativa para o futuro é bastante promissora, sobretudo, depois de um período tão conturbado quanto a pandemia de COVID-19. As pessoas estão se sentindo muito mais sobrecarregadas e angustiadas, necessitando de um suporte profissional.

Dicas extras sobre a profissão

Em síntese, um psicólogo jamais deve se acomodar. Já que as questões ligadas a saúde mental tendem a se transformar rapidamente. Por isso, jamais cometa o erro de se afastar dos estudos, dos seminários e do contato com outros colegas de profissão.

Essa sede pelo conhecimento pode lhe conduzir não apenas a uma especialização, como também a uma posição extremamente relevante com uma abundância de pacientes. Por último, seja organizado no seu dia a dia para que os pacientes se sintam devidamente confortados e apreciados a cada sessão.

Me chamo Roberto Justino e sou apaixonado por pessoas e pronto para ajudar na recolocação profissional. Estarei sempre por aqui deixando dicas de como conseguir um emprego, melhorar de cargo ou alcançar o próprio negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *